quinta-feira, 26 de junho de 2008

Felicidade ...



Felicidade é um susto.

Chega na calada da noite,

na fala do dia, no improviso das horas.

Chega sem chegar, insinua mais que propõe...



Felicidade é animal arisco.

Tem que ser adimirada à distância porque não aceita a jaula que preparamos para ela.

Vê-la solta e livre no campo, correndo com sua velocidade tão elegante é uma sublime forma de possuí-la.




Felicidade é chuva que cai na madrugada, quando dormimos.

O que vemos é a terra agradecida, pronta para fecundar o que nela está sepultado, aguardando a hora da ressurreição.




Felicidade é coisa que não tem nome. É silêncio que perpassa os dias tornando-os mais belos e falantes. Felicidade é carinho de mãe em situação de desespero. É olhar de amigo em horas de abandono. É fala calmante em instantes de desconsolo.



Felicidade é palavra pouca que diz muito. É frase dita na hora certa e que vale por livros inteiros.




Eu busco a frase de cada dia, o poema que me espera na esquina. Eu vivo assim... Sem doma, sem dona, sem porteiras, porque a felicidade é meu destino de honra, meu brasão e minha bandeira. Eu quero a felicidade de toda hora. Não quero o rancor, não quero o alarde dos artifícios das palavras comuns, nem tampouco o amor que deseja aprisionar meu sonho e
em suas gaiolas tão mesquinhas.



Quero sim a felicidade sem medidas. O café quente na tarde fria, a conversa tão cheia de humor, o choro vez em quando.
Felicidades pequenas... O olhar da criança que me acompanha do colo da mãe, e que depois, à distância ,sorri segura, porque sabe que eu não a levarei de seu lugar preferido.




A felicidade é coisa sem jeito, mas com ela eu me ajeito.

Não forço para que seja como quero, apenas acolho sua chegada, quando menos espero.




E então sorrio, como quem sabe,que quando ela chega, o melhor é não dispersar as forças...

E aí sou feliz por inteiro na pequena parte que me cabe.




O que hoje você tem diante dos olhos? Merece um sorriso? Não pense duas vezes...

Seja feliz e transmita a sua felicidade!
PS: Texto enviado por uma amiga e autorizado para publicação!

8 comentários:

SAM disse...

Lindo texto! Passa entusiasmo! Amei!

Um feliz fim de semana, querido Jeff!

Beijos sorridentes.

Nanita disse...

que lindo o texto :)
felicidade, nada melhoor -
e eu tô querendo que a minha bata na minha porta ^.

:*

Jac C. disse...

O título já me chamou atenção e o texto é recheado de coisas gostosas de se ler e de se viver.
Qto a vc, moço! Surpreende-me sempre nos comentários deixados lá no "Asas" e agradeço por suas interferências... contribuem para a pessoa que sou.
Bom fim de semana!

Jac C. disse...

Sabe aquilo que te falei dos teus comentários lá no "Asas"?
Pois é... eles te renderam um presentinho.
Pega lá!
Abraços.

Carmim disse...

Há muito que eu não sentia como a felicidade chega sem aviso e nos vira do avesso.
Mas, tendo em conta os últimos acontecimentos da minha vida só posso dizer uma coisa: concordo com cada palavrinha do texto!
Adorei =)

Um beijo.

SAM disse...

Oi Jeff!

Bom fim de semana! Bjssssss

Lu.a disse...

Transmitir felicidade, para mim hoje tá dificil...mas posso tentar... :)

Boa semana!

SAM disse...

Um mundo de felicidade para você, amigo Jeff!

Beijo